Pages

sexta-feira, 8 de abril de 2011

--- LUTO ---- Assassinato em escola no Rio de Janeiro

Reportagem da Veja:

O bairro de Realengo, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, transformou-se nesta quinta-feira no cenário do crime mais brutal já ocorrido numa escola do país. Um homem de 24 anos, ex-aluno do colégio municipal Tasso da Silveira, entrou numa sala de aula, disse que daria uma palestra aos alunos e abriu fogo contra as crianças. Com dois revólveres – segundo os próprios alunos, ambos de calibre 38 –, Wellington Menezes de Oliveira matou dez meninas e um menino. O atirador foi contido por um sargento da Polícia Militar e também morreu. O policial foi chamado ao local por um aluno ferido, que conseguiu escapar da escola para pedir ajuda. Outros estudantes se trancaram no auditório para fugir do assassino.

Oliveira aproveitou a semana de comemorações pelos 40 anos da escola para conseguir entrar no local. Ao chegar ao colégio, na manhã desta quinta-feira, Wellington procurou pela professora Dorotéia. A antiga mestre reconheceu Wellington e pediu a ele alguns instantes antes de atendê-lo. Foi nesse momento que o criminoso entrou na sala 5, no segundo andar da escola, onde estavam alunos da 8ª série. Wellington, então, começou a abrir a bolsa e avisou: “Vim dar uma palestra para vocês”. Em seguida, começou a atirar. O assassino poderia alvejar uma professora que estava na sala, mas preferiu apontar só para as crianças. Instalou-se o pânico na escola, com professores tentando proteger seus alunos em fuga.




[...] A polícia acredita que, pela quantidade de tiros efetuados, ele teve tempo de recarregar as armas. Quanto tentava chegar ao terceiro andar, onde ficam as crianças do Ensino Fundamental – mais jovens – ele foi atingido pelos disparos de um policial militar - o terceiro sargento Márcio Alves, de 38 anos. Ele trocou tiros com o assassino. Segundo a PM, depois de atingido, Wellington se matou com um tiro na cabeça. De acordo com o prefeito Eduardo Paes e o governador Sérgio Cabral, o sargento foi um herói - caso não tivesse entrado na escola e atingido o assassino, mais crianças teriam morrido.

[...] O massacre em Realengo provocou consternação e revolta no país. Virou comentário constante nas redes sociais e foi lamentada por autoridades de várias esferas do poder público. Também recebeu atenção da imprensa internacional, que noticiou a tragédia com grande destaque. [...]

Foto da carta de Wellington, onde ele explica como quer ser sepultado:

Simplesmente ridiculo, ele se suicidou, que queime no inferno pra sempre.

Mas como minha mãe disse, ele deveria ter sido levado para praça pública, ter sido chicoteado, deveriam ter arrancado todas as unhas dele e depois ter furado cada um dos olhos. Ele foi muito é esperto, porque se tivesse saído daquela escola vivo, seria esquartejado até a morte, ou na rua, ou pelos policiais, ou pelos próprios presidiários, porque nem eles gostam de covardia.

Eu realmente fiquei muito triste com isso e espero que seja a última vez que isso aconteça.

A presidente Dilma Rousseff decretou luto oficial de três dias. O episódio emocionou a presidente, que um pouco mais cedo encerrou uma cerimônia no Palácio do Planalto pedindo um minuto de silêncio em respeito às vítimas.

Veja a lista parcial de vítimas: 
- Ana Carolina Pacheco da Silva, de 13 anos 
- Bianca Rocha Tavares, de 13 anos
- Géssica Guedes Pereira, sem identificação de idade
- Karine Lorraine Chagas de Oliveira, de 14 anos
- Larissa dos Santos Atanázio, sem identificação de idade
- Laryssa Silva Martins, de 13 anos
- Luiza Paula da Silveira, de 14 anos
- Mariana Rocha de Sousa, de 12 anos
- Milena dos Santos Nascimento, de 14 anos
- Rafael Pereira da Silva, de 14 anos
- Samira Pires Ribeiro, de 13 anos
Atualizado às 20h04
meus respeitos pela dor hoje as
familias sentem: e preciso ter fé... coragem...
Ate mesmo ser valente
pois apesar da saudade temos que seguir em frente,
pensar nos que ai estão 
e que que precisam da gente....
que fiquem as boas lembranças,
com amor... eternamente!!! 

Que vcs crianças que foram vitimas desse louco, que Deus atenham e descanse
em paz que todas vire uma linda estrelinha no céu  orando e vigiando por nós e nus protegendo de loucos como ele...

Boa Sorte pras crianças que estão no hospital

Nadla dos Santos
  



2 comentários:

cadado disse...

apocalipsd, viva entao creia em jesus e em suas palavras ......

Julia disse...

É trágico o ocorrido, o Brasil todo esta de luto... . Cabral emocionado na entrevista que deu na quadra da escola presta solidariedade a vitimas e suas famílias e a todos os envolvidos. E o jornal anuncia que as famílias e todas as crianças receberão tratamento psicológico por tempo indeterminado.

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
ola gente fiz este blog para vc me ajudarem em meu casamento.